7 razões para fazer a inspeção de obras na construção civil!
  • fevereiro 27, 2019
  • IBEC
  • Gestão
  • 0

7 razões para fazer a inspeção de obras na construção civil!

Para obter sucesso ao construir um empreendimento, é preciso manter o controle de vários parâmetros, que funcionam como indicadores de qualidade. Eles são coletados, essencialmente, no próprio canteiro por meio da inspeção de obras, processo crucial para quem deseja analisar de que maneira se desenvolve a produção. 

Averiguar metodologias de processos e monitorar os parâmetros quantitativos (insumos, gastos, dinheiro investido, relação hora trabalhada/evolução da obra etc.) são alguns dos pontos que fazem parte dessa atividade.

A tarefa de inspecionar uma edificação traz vários benefícios para quem a realiza, abrangendo desde fatores econômicos e ambientais até questões sobre segurança do trabalho. Neste post, você vai conferir 7 razões para fazer a inspeção de obras na construção civil. Continue a leitura!

1. Manter a alta produtividade 

Estabelecer uma rotina que visa inspecionar o canteiro de obras impacta diretamente na produtividade dos profissionais. Isso acontece porque fica mais claro e fácil de acompanhar a forma com que o trabalho progride, possibilitando alterar o ritmo da produção de acordo com o que se percebe da equipe. 

Exemplificando: é a partir dessa vistoria que conseguimos sincronizar o término de uma determinada etapa da construção com o novo planejamento, reduzindo o tempo ocioso de trabalho e já direcionando os colaboradores para uma nova fase de produção. 

2. Identificar riscos 

Tentar identificar e mensurar todos os riscos a que os colaboradores estão sendo expostos no canteiro de obras é uma tarefa que deve ser realizada quase que diariamente. Isso porque ela é voltada a proteger tanto a saúde (o que precisa sempre ser uma prioridade) quanto o conforto dos funcionários, fatores que são fundamentais para o andamento da construção. 

Desse modo, é impossível detectar a natureza dos riscos sem que haja uma inspeção mais detalhada do projeto. A dificuldade é maior, principalmente, quando há mudanças de etapas construtivas, uma vez que, nessas ocasiões, podem surgir agentes de risco que não tinham sido percebidos até o momento.

3. Aumentar a segurança no trabalho 

Já que a tarefa de inspecionar a obra facilita na hora de identificar os riscos presentes no ambiente, podemos naturalmente concluir que essa averiguação também impacta na segurança do trabalho. Ao executar a vistoria com certa frequência, é possível analisar alguns pontos, por exemplo:

  • fiscalizar se os colaboradores estão utilizando corretamente todos os Equipamentos de Proteção Individual — EPIs;
  • verificar se o planejamento de risco está alinhado com o porte da obra;
  • certificar-se quanto à infraestrutura e efetividade do setor de segurança do trabalho, de forma a maximizar o seu alcance e promoção de suas medidas preventivas em todos os postos de trabalho da obra;
  • estreitar a relação empregador-empregado, fazendo com que os colaboradores sintam-se mais à vontade para sugerir novas medidas de segurança.

4. Contribuir para construções mais ecológicas 

São vários os resíduos (ferro, gesso, madeira, concreto etc.) produzidos durante o progresso de uma obra, os quais necessitam ter o devido tratamento e seleção. Ao inspecionar uma construção de maneira mais próxima, é possível identificar com exatidão quais são as características específicas desses detritos.

Dessa forma, obtendo, por exemplo, dados precisos de volume diário de dejetos produzidos, bem como do tipo de material, fica muito mais fácil elaborar meios ecologicamente corretos de despejo desses materiais.

Uma alternativa é procurar pelas estações de tratamento de resíduos que cada prefeitura disponibiliza, para que, dessa forma, todo esse material seja tratado da maneira mais ecologicamente correta possível. Outra possibilidade é separar os materiais que são recicláveis e vendê-los para os depósitos de tratamento, gerando assim, inclusive, uma pequena fonte de captação de recursos financeiros.

5. Fazer avaliações de desempenho mais precisas 

Avaliações como essa fazem parte de qualquer processo produtivo que possua equipes de trabalho, seja em empresas privadas, seja no setor público. No campo de construção civil não é diferente. O desempenho dos colaboradores é constantemente monitorado e avaliado. 

Nesse contexto, é fato que, quando há mais inspeções na obra, coletam-se mais informações sobre a performance de cada funcionário, refletindo automaticamente em avaliações de desempenho mais precisas e justas. Isso ajuda, inclusive, a direcionar o tipo de mão de obra adequada para o perfil de cada tarefa a ser realizada. 

6. Assegurar que o planejamento inicial está sendo seguido 

Diferenças entre o projeto inicial e o que de fato está sendo executado é um problema comum no ramo da construção civil. Infelizmente, nem sempre o que está acordado é aplicado no canteiro de obras. 

Sendo assim, executar inspeções frequentes é uma das medidas que minimizam esse desencontro de informações. Por meio delas, é possível acompanhar o progresso do serviço realizado e constatar de perto o alinhamento entre o cronograma inicial e o de execução. 

7. Auxiliar na gestão de gastos 

Ter ideia de como funciona a logística do canteiro de obras, bem como saber com exatidão alguns parâmetros quantitativos acerca da construção (número de funcionários, volume de insumos utilizados diariamente, divisão dos turnos de trabalho, entre outros) só é possível para quem acompanha integralmente a rotina de trabalho no local.

Como todos esses parâmetros fazem parte da gestão de gastos de um empreendimento, concluímos que a inspeção de obras também impacta positivamente na maneira de gerir os custos de uma construção. Em outras palavras, isso evita gastos desnecessários e desperdícios de insumos, visto que a demanda diária será suprida de maneira mais exata.

Por influenciar diretamente em vários pontos que ajudam a definir a qualidade de uma construção, bem como se relacionar com importantes medidas de segurança, a inspeção de obras é obrigatória. Ou seja, todo obra precisa ser acompanhada periodicamente, seja durante a etapa inicial ou depois de finalizada (com a realização de manutenções preventivas). 

Essa medida preventiva ajuda a otimizar o processo de trabalho na construção civil e faz com que os colaboradores executem suas tarefas de maneira segura. Além disso, ela garante que o empreendimento siga rigorosamente o que foi previamente estabelecido no projeto

Achou o conteúdo interessante? Agora que você já conhece os principais impactos da inspeção de obras, assine nossa newsletter e tenha acesso a mais conteúdos sobre engenharia e gestão de projetos!

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *